quarta-feira, 28 de outubro de 2015

 

Desde seu lançamento nos anos 90, Hellboy vem cada vez mais atraindo fãs ao redor do mundo, com sua história diferenciada e desenhos que casam muito bem com a trama, a simpatia e a diversão que cada edição proporciona ao leito. Faz com que com certeza essa seja  uma daquelas publicações que atrai não somente os leitores mas artistas e roteiristas da indústria, a gama e a diversidade de artistas que já fizeram parte de projetos com o Mignola (Lê-se “Minhóla”), é gigante. Aclamado pela crítica ao redor do mundo e que felizmente ao passar dos anos foi conquistando de pouco em pouco, o amor dos leitores de terras tupiniquins.

Essa é uma HQ que merece muito mais atenção das editoras nacionais do que recebe, apenas nos dois (talvez três) últimos anos a Mythos percebeu a qualidade e a força que esse personagem pode atingir no Brasil e a legião de fãs que ele consegue conquistar, e mesmo com seus encadernados sendo comercializados a um preço um pouco fora do que condiz com a realidade (ainda que sejam em edições de luxo), continuam sendo  um pouco caro demais, mas de pouco a pouco o material do vermelho vai sendo lançado aqui, e com isso fica a dúvida! Depois de bons 9 anos de publicação no Brasil, qual ordem real de leitura do personagem?

Essa é uma questão bem interessante, o modo mais fácil de responder seria, que não há uma ordem fixa de leitura pois muitas das histórias são como “Sidequests” em um jogo de RPG, elas não são obrigatórias para o entendimento da linha principal de eventos, MAS dão uma imersão e profundidade aos eventos principais que aqueles que apenas leram a linha principal de histórias provavelmente não vão ter, sendo assim é bem possível que 2 a cada 5 histórias seja possível ler, compreender e se divertir sem a necessidade de um acompanhamento periódico do que foi publicado anteriormente.

Mas caso você queira realmente entender a história por completo (e suas "dlc's), não deixando nenhuma lacuna vazia, esse é um guia completo com tudo que foi publicado no Brasil até agora, e sua respectiva ordem de leitura cronológica, escrito por um grande fã do vermelho para possíveis futuros amantes dessa obra tão vasta e divertida! Espero que gostem.

Atenciosamente

Gabriel Souza.

  • - Hellboy - Edição histórica Volume 1: Sementes da destruição; (Maio de 2008, Mythos editora)
  • - Hellboy - Edição histórica Volume 2: O despertar do demônio; (Setembro de 2008, Mythos Editora)               
  • - Hellboy - Edição histórica Volume 3: O Caixão acorrentado e outras histórias; (Novembro de 2008, Mythos Editora)
  • - Hellboy - Edição histórica Volume 4: A mão direita da perdição; (Março de 2009, Mythos Editora)
  • - Hellboy - Edição histórica Volume 6: O verme vencedor; (Julho de 2013, Mythos Editora)
  • - Hellboy - Paisagens Exóticas; (Abril de 2007, Mythos Editora)
  • - B.P.D.P. - Bureau de Pesquisas e Defesa Paranormal Volume 1; (Julho de 2006, Mythos Editora)
  • - B.P.D.P. - Bureau de Pesquisas e Defesa Paranormal Volume 2; (Dezembro de 2010, Mythos Editora)

Esses dois volumes de B.P.D.P englobam apenas 10 das 43 histórias que fazem parte deste momento da cronologia do B.P.D.P, lançando neste formato que a Mythos adotou para dois volumes (uma baixíssima quantidade de páginas) seria necessário mais 8Volumes, para publicar toda a base de contos até um chamado Killing Ground que é um marco de divisão entre o fim desta fase do grupo e reinicio cronológico das histórias do hellboy com "A capela Moloch";

  • - Hellboy - A Capela de Moloch e O Vigarista; (Setembro de 2009, Mythos Editora)
  • - Hellboy - A Feiticeira Troll e Outras Histórias; (Março de 2008, Mythos Editora)
  • - Hellboy - O Clamor das Trevas; (Agosto de 2008; Mythos Editora)
  • - Hellboy - Caçada Selvagem; (Janeiro de 2012, Mythos Editora)
  • - Hellboy - Contos Bizarros Volume 1; (Abril de 2006, Mythos Editora)
  • - Hellboy - Contos Bizarros Volume 2; (Novembro de 2007, Mythos Editora)
  • - Abe Sapien - Os Afogados; (Junho de 2009, Mythos Editora)
  • - Hellboy - Tormenta e Fúria; (Março de 2015, Mythos Editora)
  • - Hellboy - A Noiva do Demônio e Outras Histórias; (Junho de 2012, Mythos Editora)
  • - Hellboy – No Inferno; (Deve ser lançado até o mês de novembro 2015, Mythos Editora)


Essas são as edições em português que tem ligação direta com a linha cronológica principal, a baixo segue uma pequena lista de histórias que não aconteceram em paralelo as histórias principais, não tendo relação com a cronologia principal mas não deixam de ser divertidas de se ler

  • - Hellboy – Edição histórica Volume 5: Máscaras e Monstros; (Junho de 2012, Mythos Editora)
  • - Hellboy - A Casa dos Mortos-Vivos e Outras Histórias; (Julho de 2015, Mythos Editora)

Se eu postasse uma comparação entre, o que foi lançado até agora nos EUA e no Brasil, a Mythos ainda não conseguiu publicar nem 35% de material total (Witchfinder, Lobster Johson, Abe Sapien, B.P.R.D, Hell o Earth e até publicações de outros contos do próprio Hellboy) MÁS nem tudo ainda está perdido e as esperanças ainda não morreram, esse ano foi um bom ano para quem gosta do Vermelho, bastante material novo e quem sabe de pouco em pouco nos próximos anos espero que a editora tenha a vontade e disposição para trazer ao público brasileiro, cada vez mais material desse que é uma das criações mais divertidas e gostosas de se ler e acompanhar de todos os tempos.


2 comentários:

  1. Muito obrigado, foi realmente útil, agora será difícil encontrar tudo para ler... Hellboy é realmente um ótimo personagem e só o arco "O Despertar do Demônio" já dispensa comentários. Alan Moore elogiou pessoalmente essa história. ;-)

    ResponderExcluir